terça-feira, 23 de setembro de 2008

Palm

Eu havia comentado aqui no blog como eu queria um Palm, que era um sonhinho de consumo, e tal e coisa. Um belo dia, zanzando pelo Paraguai, meus pais (que são uns amores), me deram o Palm de presente (porque eu sou um amor). Na verdade, achei que ele era mais funcional, então meio que desmoronei quando vi que ele é simples de usar, porém um tanto chatinho. O sistema de teclado é por screen touch, então toda a técnica adquirida teclando freneticamente no celular não pode ser usada nele. Eu ainda estou aprendendo a usar o bichinho, descobrindo suas funções. Já baixei programinhas nele, o que é bem legal.
Ele tem sido um bom Lembrol (alo-ou? Harry Potter?), e um bom passatempo porque instalei Monopoly e Sudoku, além de poder digitar todas as listas intermináveis que eu adoro fazer (DVDs que eu quero comprar, Maquiagens que eu quero comprar, things to do, wishlists intermináveis). Mas não consegui achar nenhum programa de finanças que eu goste, e acho que se ele tivesse MP3 junto seria uma ótima vantagem. A gente vai se acoplando com um milhão de gadgets e depois não sabe mais qual é o carregador de qual, qual bateria tá apitando, qual faz o quê.
Mas já li sobre muita gente que baixa livros prá ler no Palm, ou arquiva fotos, controla gastos e agenda telefônica e de compromissos. Bom, ainda vou fazer isso. Assim que terminar essa partidinha de Monopoly eu penso nisso.

Um comentário:

CARLA FIUZA disse...

tenho um treo650 que é um misto de palm com celular, smartfone, e simplesmente adoro! tem teclado tipo celular e é tb touch screen. Eu uso uma simples planilha excel para controlar meus gastos. (boa ideia o sodoku! adoro e nem me lembrei de baixar!). A única coisa que falta nos smartfones palm é a rede wireless, que me obriga a ter tb o palm TX, velhinho mas usavel... existem adaptadores mas sáo meia-boca. A palm prometeu para o final do ano um modelo mais completo... vamos ver.