sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Assim não dá!

Tá ficando difícil não gastar, francamente. A tática de deixar o cartão em casa não é suficiente. Agora também vou parar de checar meus emails!

Mas tipo... livro não é gasto excessivo, né? Saramago então, se enquadra como investimento, certo? Então tá.

Um comentário:

Erika disse...

Concordo, Tati...livro não é excessivo, é investimento sempre!
É investir no nosso bem estar, garota!
E ó, esse do Saramago vale cada centavo...o danado do portuguesinho escreve bem, viu??? Li há alguns anos e adorei... Tô doida pra ver o filme!
beijocas