quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Chicklit

Chegou minha encomenda do Sebo do Messias! O Tasha Harris veio mais acabadinho, com as páginas amarelas e um tanto gasto, mas nada que comprometa a leitura. O Alta Fidelidade tá novinho e bem cuidado. Por 15,00 pratas cada, é uma ótima compra, non?
Como eu ia dizendo num outro post, eu adoro esse estilo de livros, chamados de "chicklit", ou "literatura de mulherzinha". Não sei se esse termo é o correto, mas a verdade é que dificilmente um homem vai se interessar por esse tipo de livro.
Mas as protagonistas são todas minhas heroínas, mulheres independentes e cheias de fragilidades (e essa é a grande crítica).
Na verdade acho uma grande bobageira essas críticas, porque os livros são engraçados, e o fato dessas protagonistas serem inseguras no amor, atrapalhadas, viverem de regime e não estarem 100% satisfeitas com a vida profissional só deixa tudo mais divertido, porque na verdade, apesar de caricatas, o que elas representam são facetas da mulher moderna, não é?
Sei lá, não quero entrar em discussão, mas ADOOOORO A Becky Bloom, acho os impulsos consumistas dela o máximo, me divirto horrores lendo cada aventura! Muito recomendo!
Adoro livros que esvaziam minha cabeça ao invés de encher! Hahahaha!

Um comentário:

Marcella Moreira disse...

Senhorr!!

Achei uma pessoa tão doida por esses livros como eu!!

EU AMO ELES!!!