sexta-feira, 6 de março de 2009

Livros prá viagem

Já reabasteci o Palm com livros novos (OK, OK, me rendi à série Crepúsculo e à Marian Keyes...), e baixei muitos que estão na minha wishlist, e espero que lê-los no Palm não me faça desistir de comprá-los, porque isso acontece, né? Vai que o livro é uma fraude! Baixei mais do Frederick Forsyth, Stephen King e vários da Patrícia Cornwell.
Se bem que os dela eu nem deveria ter baixado, agora que já comecei a coleção da Dra Kay Scarpetta, não tem lógica não comprar todos os livros. Além das histórias serem excelentes, as capas são fantásticas na estante!

pausa para um desabafo
Aliás, li sobre esse assunto de capas lá no blog da Kika, e me senti muito apoiada no que sempre pensei e nunca tinha encontrado quem concordasse comigo! Acho mesmo que algumas editoras simplesmente cagam pros leitores que dão valor à capa e ao formato de um livro! Gente, livro, além de ser bom de ler, tem que ser bonito de ver! Por favor... mudar o tombo de um livro de uma edição prá outra é péssimo! Se for parte de uma coleção, então, FOGUEIRA pro editor! Aí fica aquela coleção enorme da Agatha Christie capengando na prateleira, cada um de um tamanho, uns de capa dura, outros não, aquela coisa mal feita.
/desabafo

Então, como eu ia dizendo, baixei vários livros bacanas porque vou me aventurar de novo num busunga daqui atééééé Goiás! Serão 25 horas divertidas, lendo algo bom enquanto meus companheiros de viagem serão obrigados a assistir Titanic no DVD travando pela 10ª vez! Yaaaay!

Um comentário:

Nai Romero disse...

Hahaha!!!

25 horas pra onde, pro inferno? Menina que demora hein, e ainda "titanicando"... hehehe

Também acho que os livros devem ter capas bonitas, faz parte oras!

Vi um na Saraiva esses tempos aí, não lembro o nome mas não deve ser difícil achar porque era lançamento, que a história eu não pagaria para ler não (nem a história e provavelmente nem a "estrutura"), mas a capa era de encher os olhos!

Era preta, o título escrito em rosa brilhante (tipo um glitter, saca?) em alto relevo e a foto de um sutiã (rosa choc, claro) em alto relevo também...

Era um livro bobo sobre um grupo de mulheres que se juntavam para trairem seus maridos, mas não podiam trair uma com o marido da outra.

Ah! Já que você citou o Forsyth, já leu "O Dossiê Odessa"? Super recomendo!

=***