domingo, 21 de fevereiro de 2010

Solidão não é ruim.

Ontem à noite a mãe me ligou:
- Saiu hoje, filha?
- Não.
- Eu sou a única pessoa com quem você conversou hoje?
- Sim!

Parece uma conversa de uma pessoa triste, que não tem amigos. Parece coisa de gente carente, eu sei. Mas eu não acho que eu seja triste, nem carente, e eu sei que eu tenho um montão de amigos. E os meus camaradinhas me respeitam, oh yeah.

E hoje eu fiz costelinha de porco assada, arroz, fiz as unhas, assisti Grey's Anatomy e apliquei máscara facial. E agora tô cozinhando grão-de-bico, porque eu entrei numas naturebices, ando fazendo sucos com linhaça, lendo sobre ração humana, essas coisas.

Mas se eu conversei com alguém? Eu converso sim, com pessoas, plantas, animais e coisas. E comigo, e com a Irene. (Eu, Eu mesmo e Irene, pegou, pegou?)

O silêncio é de ouro, minha gente, mas tem que saber aproveitar! A pessoa prá viver só e ser feliz tem que se sentir feliz, ainda que só. É, é complexo!

Mas se a solidão tá pegando aí pro seu lado, vá lá e faça um grão-de-bico com leguminhos. Marinita me contou sobre as potencialidades anti-depressivas desse grão, aí que estou ali cozinhando o danado. Depois eu conto.

7 comentários:

Nadja Barros disse...

Oi, amiga!!!

Primeiro de tudo: sinta-se longamente abraçada e querida!!! :)

Segundo: almocei bem light hoje e conversei com Marcus sobre lentilhas, nozes, quiches de farinha integral e sobre grão de bico!! E ele disse: é, tudo isso é sua cara! vc bem podia ser descendente de árabe (como todos achavam na minha época de faculdade, mas aí já é uma outra estória!) E eu nem sabia dessas propriedades do tão grão! :) Sorte a nossa!!!

Sobre a solidão: já ouvi falar da tal solidão acompanhada ou pior, da tal solidão a dois! Essa sim, deve ser muuuito ruim!! Em certos momentos, eu bem adoro estar só com meus pensamentos e, além do mais, a sua situação me parece ser opcional e por tempo determinado, né? Então, garota, vc tem mais que conversar com suas panelinhas, coa as plantinhas, dar muito banho de creme na cabeleira e levar a vida nesse astral tudodibom!!!

Um grande beijo!!! Aproveite o tempo pra escrever seus posts, que todos adoram, eu inclusive! :)

Lanny disse...

Como sou casada, estes dias de "solidao"sao raros e os aproveito desta forma que vc fez: colocando aquela mascara facial, assitindo coisas que o marido nao assiste... dou muito valor aos dias que fico sozinha, sao bons tb. Bom quando eh por opcao, ne? Beijos!

San disse...

Tatii!!
Nós (a nossa turma, cê sabe) estamos sempre aqui! Lendo o seu blog com estes posts mega legais e diversificados. Parece conversa de gente triste, mas sei que você não é triste. Tudo há razão de ser.
bjss

Anônimo disse...

Para que fui perguntar, você nem tinha percebido afff. Minha gente só para vocês ficarem sabendo eu e Tati falamos todo dia no telefone. Pensem numa menina organizada quando foi me deu um telefone exclusivo só para falar com ela, num desses planos ai que fica + barato.
Segredinho as vezes ela diz nem pense em desligar eu quero conversar, faslamos muito e como rimos ne amor meu.
Te amo filha minha Mamadi

Erika disse...

Tati,
concordo com a Tati nem sempre ficar só é ruim. Eu aproveito os meus raros(!) momentos de solidão para ouvir músicas que adoro, cuidar de mim, ler um pouquinho. É bom demais!

beijo

Anônimo disse...

Tatinha,agora a Lu ta como vc faxinando aos sabados...primo é primo neh? tbém para no meio da faxina e diz, mãe preciso ir ao mercado agora,preciso de um lugar pra guardar calçados...bora e lá fica tbm balde e vassouras espalhados pela casa.Na volta...duas hs depois, recomeçar e assim vai. Saudadona de vc, qquer hr dessas te faço uma visita.Beijos e muitas flores lindas pra vc.Tia Marildinha.

..:: Tati ::.. disse...

Ai Tia, não vejo a hora de vc vir prá cá! Vamos prosear muito, muito! Vou providenciar 3 cadeiras prá pôr na sacada, o povo vai passando e nós vamos hablando... kkkk!