sábado, 31 de outubro de 2009

A Parte Mais Tenra

Desde que eu li o "Conforte-me com Maçãs", fiquei curiosa prá ler tudo que a Ruth Reichl já escreveu. Simplesmente AMEI a forma como ela escreve, e esse livro superou as minhas expectativas.
Ela conta como a história dela, desde a infância, na adolescência e na fase adulta, esteve relacionada à culinária. Tudo de um jeito tão delicioso de ler, é mesmo um saboroso aprendizado sobre a vida.
Os livros dela me passam uma sensação de conforto inexplicável, as histórias - inclusive algumas passagens bem complicadas da vida dela - são contadas de um jeito leve, a leitura flui e eu não conseguia parar, devorei cada letrinha do livro.
E fiz uma reflexão, sobre como a nossa memória gustativa é importante, como cozinhar marca a vida das pessoas... quem não se lembra de um prato gostoso que só a mãe ou alguém muito querido preparava na sua infância? Que o sabor do feijão que uma pessoa faz nunca vai ser igual ao sabor do feijão de mais ninguém, mesmo que use os mesmos temperos? E que você lembrará prá sempre desse sabor?
É um livro inspirador, recomendo muitíssimo!
Ah, e como o anterior, é cheio de receitinhas legais entre os capítulos!

5 comentários:

Nadja Barros disse...

Oi Tati!!!
menina, hoje dando um rolê na tv, vi num jornal a seguinte estatística: no Brasil, se tirármos os livros técnicos, a média de livros por pessoa é de 1,5...ao ano!!!
A estatística estava ali, de dedo apontado pra mim!!! Na verdade, o que eu li este ano pra fazer um concurso, foi mais que um livro e meio...mas foi só texto técnico!!!
Vergonha!!
Logo eu, que era "sócia" do Círculo do Livro...no século passado! :)
bjocas!
A dica fica anotada!

Anônimo disse...

Oi Tati, vou ler este livro.
Vou preparar um prato especial para você. E você vai ter mais uma lembramça gustativa!
Abraços
Marluci

San disse...

Oi Tati!

Eu sabia que você me lembrava alguém! Hoje lembrei, a atriz Emily Blunt, vocês se parecem muito.

bjs
*4 dias para o sorteio!
Êba!!!

..:: Tati ::.. disse...

Saaan, que elogio, amiga, brigada! E sabe que eu já pintei o cabelo daquele ruivo que ela já usou tbém??? Eu nunca tinha me dado conta disso, até você falar!
Tia Lucinha, bora, participar da troquinha do blog! E pode ler os livros dessa autora, eu garanto bons momentos!
Bjocas!

Anônimo disse...

Vou entender a troquinha primeiro, depois me inscrevo, ok?
Beijos, Marluci