quarta-feira, 28 de julho de 2010

Escondidinho de Abóbora

No sábado à tarde tô lá no salão lá lá ri lá lá li lá, fazendo as unhas, e passa na televisão uma receita MUITO apetitosa de Ragú de Acém com Purê de Abóbora, que me fez salivar e na hora fazer planos pro almoço do dia seguinte!
Saí do salão e fui direto até o mercado providenciar todos os ingredientes! Tudo à pé, né, porque a cidade é pequena e eu não tô motorizada aqui. Triste foi carregar meia abóbora pela rua, mas eu já carrego minha ecobag prá todo lado, tenho andado muito amiga do meio ambiente ultimamente. A ecobag facilita muito a vida de quem carrega compras à pé, porque o peso fica todo no ombro, e não nas mãos, como acontece com as sacolinhas de plástico.
Eu planejei fazer esse prato pro almoço de domingo, então, prá agilizar, no sábado à noite já descasquei a abóbora - que tarefa mais chata! Minha irmã deu a dica de pôr a abóbora por um tempinho no microondas, prá facilitar a descascação. Mas ela só me disse isso no dia seguinte... então guardei a abóbora descascada e picada em cubinhos na geladeira até o dia seguinte.

ZzZzZzzzzZzzzzZZZZzZzZzZzZz....................... 14 horas depois...

Lá pelas 10:00 da manhã coloquei os cubinhos prá cozinhar. Tô passando por ali e vejo que o fogão tá se enchendo de água! Ahn? Acuma? MADRE MIA DE MINHA'LMA, a panela tá furadaaaaa! Hahahahaha, panela boa é outra coisa, vocês não acham?!
Ai, ai, lá vou eu calçar minhas sapatilhas, e fazer o trecho do mercado de novo... quem não tem carro não pode ter preguiça nessa vida! Escolhi uma panela maior que a antiga, com um fundo bem grosso, uma coisa mais robusta. Eu queria comprar um bom jogo de panelas, mas não tenho onde guardar... tudo aqui é provisório, então do jeito que está, fica!

Agora sim, utensílios à mão, lá vai a receita:

Eu modifiquei um pouco o prato, de modo que comecei alterando a carne, de acém prá coxão mole. Tampouco desfiei, fiz em cubinhos. Não usei cenouras nem azeitonas, muito menos louro. Não adicionei queijo ao purê, nem cebola. Por fim, achei digno mudar o nome do prato, que de ragú com purê se transformou em Escondidinho de Abóbora!

Eu não vou passar a lista de ingredientes porque eu não gosto de fazer isso (ser a dona da bodega tem lá seus benefícios). Acompanhem a idéia e depois anotem aí o que foi usado, tá em negrito, da forma como entenderem, OK?

Usei uma BOA PANELA prá cozinhar 1/2 abóbora cabotiá em cubos, até que ficasse bem macia. Quando estava desmanchando de tão mole, escorri a água, adicionei 1 colher de manteiga, 100 ml de leite e fui esmagagando com o garfo, até adquirir consistência de purê. Fui adicionando sal e pimenta do reino a gosto, até perder o sabor adocicado. Reservei.

Piquei 400 gr de coxão mole em cubinhos bem pequenos, já temperada apenas com um pouquinho de sal. Preparei uma caminha numa panela, com 1/2 cebola, 2 dentes de alho e 1/2 pimentão picados, e só adicionei a carne quando já estavam bem macios, dourando. Quando a carne estava bem cozida, adicionei 150 ml de vinho tinto seco e deixei evaporar o álcool, e em seguida adicionei 1/2 tablete de caldo de carne dissolvido. Adicionei 1/2 lata de extrato de tomate e 1 pitada de açúcar e deixei cozinhar mais um tempo, pro caldo engrossar.

Quando esse molho de carne ficou pronto, coloquei em uma fôrma de vidro. Fica mais bonito prá apresentação do prato (no domingo só eu que vi, mas agora mostro prá vocês!).

Sobre o molho, fui aos poucos adicionando o purê de abóbora, e depois "alisei a massa" com as costas da colher. Cobri tudo com queijo e coloquei no microondas só por 2 minutos, pro queijo derreter. Tá prontooooooo!


Meu microondas é bem pequenininho e a fôrma não rodava, ficava tentando rodar e batendo nas paredes do forno, tuc, tuc, gira pro outro lado, tuc, tuc, pro outro lado, tuc, tuc. Aquilo me agoniou e eu tirei antes do queijo derreter pro completo. O prato fica lindo e o sabor é tudo de bom, podem confiar, people! Servi com arroz branco e salada de pepino, almocei como rainha e ganhei 3 dias de marmita, hahahahaha!

6 comentários:

San disse...

Colega! Deu uma foooomee!!! Tá com uma cara deliciosa!Você tinha que ajuntar as receitas e fazer um livro. Eu vivo fuçando no arquivo do seu blog procurando receitas. Sempre que ouço receita lembro de você.
E aquele creme para por no leite da Mamadi é muitcho booommm.
bjão

Cláudia Paulino disse...

Hum... deu água na boca !!!
Tem uma receitinha deliciosa lá na minha cozinha, passa lá !!!

http://fufuquicesnacozinha.blogspot.com/2010/07/aninha-se-aventurando-na-cozinha-parte.html

Beijoooocas grandes,
Claudinha

Jana disse...

hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm....
Alivia ai nas fotos...desse jeito vc mata a gente....
Beijos

Anônimo disse...

Tati
Promete q no nosso próximo encontro vc faz essa deliícia prá mim?
Tô aqui babando....

Beijos
Amo-te
Flavitcha

Anônimo disse...

Ainda bem que não fã de abóbora...

Beijos mamadi

Anônimo disse...

Depois que abobrou nunca mais postou, tá comendo abóbora esqueceu da vida é?

Bjos mamadi